fbpx

6 dicas pra superar o medo de empreender

Érika Klann

Por Érika Klann

medo


Muitas pessoas têm o sonho de abrir o seu próprio negócio e muitas já até sabem com o que gostariam de trabalhar, mas alguma coisa trava a ideia de ir adiante: o medo. Para muitos, falta coragem para transformar o sonho em realidade. E se você se identificou com este cenário, não desanime! O medo de empreender é mais comum do que você pensa.

Mas por que será que as pessoas têm tanto medo na hora de tirar a ideia do papel?

Geralmente, os sentimentos envolvem o medo de não dar certo; de não conquistar clientes; de não ter recursos financeiros suficientes ou mesmo de perder dinheiro; de não dar conta de todas as responsabilidades que são necessárias. E entendo que não é mesmo fácil lidar com a ideia de fracasso e de decepcionar a si mesmo, a família e os amigos. Mas, o principal motivo que está por trás desse medo é não acreditar em si mesmo, no seu potencial. E acreditar em si é o primeiro passo para um negócio de sucesso.

O medo tem uma função natural importante de proteção ao perigo: ele nos faz parar para pensar e avaliar os possíveis impactos de certas ações, nos impedindo de tomar decisões por impulso. Mas existe um limite entre a proteção e a paralisação. O medo em excesso paralisa e se torna um obstáculo, nos impedindo, muitas vezes, de realizar sonhos. Quando você deposita sua insegurança no medo de não vender ou de não chegar aonde deseja, você se torna seu maior limitador. 

E qual o medo que você tem? É por arriscar ou é por sair da sua zona de conforto? É porque realmente ainda não está preparado ou é apenas o medo de começar um novo projeto? Importante refletir sobre os seus medos.

Agora, me conta: quantas coisas você já deixou de fazer ou oportunidades que você já perdeu por medo?

Enfrentá-lo é preciso e te darei algumas dicas de como fazer isso.

Primeiramente, é preciso entender de onde vem esse medo e aqui entra o autoconhecimento. 

Algumas características são muito presentes em pessoas inseguras, como: 

  • Perfeccionismo
  • Não saber dizer não
  • Não lidar muito bem com críticas
  • Viver se comparando
  • Valorizar suas fragilidades, mas subestimar suas habilidades

Conhecer a si mesmo traz clareza sobre o quanto você está disposto a correr riscos ou enfrentar obstáculos. Quando conseguimos identificar nosso potencial e nossas limitações, conseguimos saber as ferramentas necessárias para trabalhar cada um dos pontos identificados, nos deixando mais confiantes em nós mesmos. Confira algumas dicas:

  1. Crie estratégias para sair da sua zona de conforto. Tomar consciência de quando está seguindo no piloto automático no seu dia a dia é a melhor forma de buscar a mudança.
  2. Pratique a resiliência. Entender que muita coisa dá errado e muitos “nãos” serão ouvidos, porque fazem parte de todo o processo empreendedor, lhe dá segurança e força para seguir adiante. Reconecte-se sempre ao seu propósito e mantenha o foco.
  3. Contrate os melhores profissionais, construa a melhor rede de apoio e tenha os melhores parceiros e fornecedores. Esses elementos, certamente, lhe darão confiança para seguir em frente.
  4. Analise os riscos e seus impactos. Assim, você terá menos chances de ser surpreendido e não saber o que fazer.
  5. Planeje-se! Sempre bato nessa tecla aqui com vocês, mas é porque um bom planejamento, com dedicação, é a alma do negócio. Reduz os riscos, os erros e, consequentemente, o medo.
  6. E, talvez, a dica mais importante: não espere o momento perfeito para começar – o produto perfeito, você estar pronto… Tenha coragem de agir e comece agora! Às vezes, é só disso que precisamos: começar. Porque você não vai parar de estudar, melhorar, aperfeiçoar. Planejar é essencial, mas pensar demais pode te levar a perder o timming e, também, o sonho. 

O medo pode ser seu grande aliado e a vontade de encará-lo pode motivá-lo ainda mais a correr atrás e fazer acontecer. Foque nos seus objetivos e nas pequenas conquistas diárias, não nas barreiras ou no que deu errado. Para um empreendedor, o erro deve ser sempre encarado como um aprendizado. Nenhum empreendedor nasce pronto, assim como nenhum negócio já nasce com sucesso. 

Se você quer trabalhar com o que ama, acredita que este é o seu propósito, então permita-se ser feliz e conquistar seu sonho. Se for para ter medo, que seja de não seguir seu coração. 

Trabalhe muito, estude muito, planeje e, principalmente, acredite em você! Este sonho é seu e só você pode fazer isso. Com coragem para encarar as inseguranças, para sair da zona de conforto, para colocar a mão na massa e fazer o que tem que ser feito.

E coragem, eu sei que você tem!

LEIA TAMBÉM

Fotos colunistas erika klann
Últimos posts por Érika Klann (exibir todos)
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x