fbpx

Adeus ao príncipe Philip: filmes e documentários pra conhecer quem foi o marido da rainha Elizabeth

Fabiana Honorato

Por Fabiana Honorato

 


príncipe PhilipEu já tinha outro tema pra esta coluna. Mas a morte do príncipe Philip, neste 9 de abril de 2021, não me deixou pensar em outra coisa a não ser na trajetória do homem por trás da rainha com o mais longo reinado da história do Reino Unido, 69 anos e contando.

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo exclusivo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O Duque de Edimburgo completaria 100 anos em junho e vinha com a saúde bem debilitada, tendo até se submetido a uma cirurgia no coração em fevereiro deste ano. Tudo noticiado da forma comedida, como reza a cartilha da rainha Elizabeth II.

Minha coluna de estreia aqui falava justamente sobre a série The Crown, da Netflix, e meu fascínio pelo tema família real britânica. Antes de ver a série, eu já havia devorado alguns documentários, filmes e lido notícias sobre as fofocas reais. Nem sei dizer exatamente quando meu interesse começou, mas desde que me vi atraída pelo tema, o papel do príncipe Philip nesse enredo majestoso sempre me chamou muita atenção.

príncipe Phillip

Casou com a rainha Elizabeth II em 1947, mas precisou renunciar à religião ortodoxa, à sua cidadania grega – ele nasceu na Ilha Grega de Corfu – e aos seus títulos anteriores. Sabia que ele nasceu Príncipe Philip da Grécia e da Dinamarca, era bisneto da rainha Victoria, assim como a própria rainha Elizabeth II (são primos distantes) e foi super condecorado?

 

Deixou a Ilha de Corfu numa caixa de laranja, com a família, a bordo de um navio britânico. Sem glamour nenhum, né? Mas, as coisas tinham de ser como tinha de ser. E ele protagonizou um verdadeiro conto de fadas ao casar com a Lilibeth, apelido da rainha, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial.

 

 

Era o combustível que o povo do Reino Unido precisava no pós guerra. Ele, um homem de porte atlético, loiro, olhos azuis, galanteador. Ela, jovem, apaixonada, cheia de planos para curtir a vida com seus cavalos e cães de raça ao lado de Philip. Foi um acontecimento! 

De lá pra cá, teve tanto babado na vida do Duque de Edimburgo e muita coisa pode ser entendida nos filmes e documentários que encontramos nos streamings. Eu descobri que ele não era muito querido pela mãe de Lilibeth; vivia cometendo gafes; foi muito mulherengo e adorava uma farra; ficou muito louco da vida quando soube que os filhos não poderiam ter o sobrenome do pai, pois precisavam levar o sobrenome real; e que ele nunca aprovou a união de Charles e Diana e muito menos a de Charles e Camilla Parker Bowles.

príncipe Philip

Mas também soube que ele é um dos responsáveis pela modernização de muitos conceitos da família real, que evitava a torta de climão nos encontros da família, que deu o suporte necessário pra uma jovem, coroada com 25 anos, seguir firme e forte à frente da Commonwealth of Nations (Reinos da Comunidade de Nações), que reúne países como  Austrália, o Canadá, a Jamaica e a Nova Zelândia, dentre outras qualidades.

Agora, vou te sugerir alguns filmes e séries pra conhecer mais sobre o Duque de Edimburgo e tirar as suas conclusões sobre o homem que andava sempre atrás da esposa e rainha, como rege o protocolo, mas em quatro paredes era um verdadeiro chefe de família. 

 

The Crown 

príncipe Philip
Olivia Colman, Tobias Menzies |Copyright Netflix

Já falei sobre essa série, que ainda aguarda a quinta e talvez última temporada. Há muito sobre a vida e o passado de Philip e sua família, com cenas que mostram sua infância num internato áustero na Escócia, sua paixão por servir à Marinha Britânica, a relação difícil com a mãe e o acolhimento do tio e figura importantíssima na história da família real, o Conde de Mountbatten. Sem falar nas traições à rainha e nos conflitos gerados por seu olhar modernizador. Só veja!

A Rainha

príncipe Philip
James Cromwell , Helen Mirren |Copyright Pathé Distribution

Esse filme mostra como esse olhar mais humanizado é difícil de se esperar por parte da família real. O eixo da história é a morte da princesa Diana e toda a inabilidade do palácio em lidar com a comoção que a tragédia gerou. Tem Helen Mirren no papel da rainha e James Cromwell como Philip. É o olhar da família sobre um fato histórico que transcendeu a própria realeza e eles não entendiam, até então, que a Diana era maior que seu título real.

The Royal House of Windsor

príncipe Philip
Copyright Netflix

Esse documentário, em seis episódios, é sensacional. Principalmente pra entender a geopolítica que envolve os poderes da rainha e suas influências. O legal é que são imagens reais, sejam fotos, documentos ou vídeos, contando o antes e o durante do reinado Elisabeth. Muitos fatos históricos importantes mundialmente são detalhados e se misturam com a vida dos membros reais. Tem depoimentos de historiadores, ex-funcionários do palácio e biógrafos. Eu amei!

Diana: Her True Story

príncipe Philip

Filme que mostra mais a parte do casamento falido entre Diana e Charles, mas antes do divórcio, e toda a pressão que o palácio fazia em cima dos dois, incluindo, claro, Philip. É um filme de 1993, portanto, antes da morte da princesa. Não tem o mesmo apelo que as produções feitas depois da tragédia, mas já sinaliza o quanto ela se tornou um ícone e ofuscava os demais membros da família real. 

Esses são os que eu assisti e nos quais você irá tirar suas conclusões sobre quem foi o príncipe Philip. Mocinho ou vilão, que ele descanse em paz.

LEIA TAMBÉM

Fotos colunistas Fabiana Honorato
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais novos Mais votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Selma Cabral
29 dias atrás

Que delícia de texto Fabiana. Semana que vem na coluna de viagens vou falar exatamente sobre a Ilha Grega de Corfu onde ele nasceu.

Scroll to top
1
0
Por favor, comente.x
()
x