fbpx

Novamente é Natal…

Chorei... não sei se pelo excesso de estresse acumulado do ano ou pela intrusa que tenho medo ou se não foi apenas uma desculpa para virar o jogo. O fato é que fiz contas, liguei para alguns fornecedores de serviço e resolvi manter a tradição de antigos natais... comecei uma luta pela melhoria de qualidade de vida dentro da minha casa.  Em tempos de pandemia tudo fica um pouco mais complicado, repleto de regras e com álcool gel e máscaras de proteção por todos os lados, mas nada disso tirou o foco. Eu tinha um prazo apertado. Modificar a cara da cozinha, fazer uma mega faxina nos armários e deixar de vez tralhas que vamos acumulando ao longo de nossa existência. O Natal é um tempo mágico. O seu coração fica mais leve e o espírito que nos envolve exige luz. Como deixar que todo esse encanto não se perdesse em um ano tão difícil e com tantas perdas? 

Paixão por escrever

Escrever é uma paixão de menina... lembro que aos cinco anos e meio, meu sonho era aprender a escrever. Passava o dia fazendo “minhoquinhas” e rabiscos nos pedaços de papel que conseguia porque achava que era uma maneira divertida de passar o tempo.

Scroll to top