fbpx

Como envolver a família na organização

Tatiana França

Por Tatiana França

família


Uma das perguntas campeã de audiência que recebo é: “Minha família não me ajuda, o que eu faço?”

A minha primeira e mais objetiva resposta sempre vai ser: “Família não AJUDA, família tem deveres e responsabilidades”. Entendido isso, problema resolvido!

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo exclusivo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O que infelizmente acontece, é que muitas vezes o cônjuge não foi educado para cuidar da casa nem foi envolvido nas tarefas domésticas pelos pais ou tutores. Quer saber o pior? Em pleno século XXI muitos homens (em sua maioria esmagadora) ainda estão sendo educados desta forma. Conheço várias famílias onde existem filhos homens e mulheres onde as mulheres dividem o trabalho doméstico, mas os homens não. Sei que vai doer, mas se seu cônjuge não foi educado desta forma, cabe a você educá-lo. Não adianta reclamar que ele/ela não ajuda se você só fica no botão da reclamação, mas não parte para a ação. Não adianta reclamar que os filhos são bagunceiros e não ajudam em nada se você vai lá e faz.

A tempo: muitas famílias apenas um dos cônjuges trabalha fora enquanto o outro é “do lar”. Nada de errado com este arranjo (o combinado não sai caro), mas isso não significa que quem trabalha fora possa desrespeitar o trabalho do outro. Como assim? Exemplos: deixar suas coisas jogadas pela casa, bagunçar o que está arrumado, sujar louça quando a cozinha está limpa e esperar que tudo volte para o lugar num passe de mágica. Combinado?

Como então resolver esse impasse? Vou dar algumas dicas que tenho certeza de que vai ajudar:

  • a comunicação deve ser tranquila, sem stress e gritaria;
  • convoque uma reunião familiar para conversar sobre a divisão de tarefas. Exponha que você está sobrecarregada e eles precisam fazer a parte deles. Crianças a partir de 7 anos já podem ser incluídas nas reuniões, mas isso não significa que as menores não devam ter suas próprias tarefas como: guardar brinquedos, colocar a roupa suja no cesto, arrumar a cama, alimentar os pets, colocar e tirar a mesa etc. Supervisione até que a criança esteja segura para realizar sozinha as tarefas;
  • respeite o jeito de cada um. Não exija que tudo seja como você quer, deixem eles fazerem e aprenderem com o tempo (lembre-se que você não acertou tudo de primeira). Oriente, mas não seja crítica demais;
  • distribua as tarefas de acordo com as habilidades. Ninguém gosta de fazer uma determinada tarefa? Faça um rodízio mensal, afinal a gente não faz só o que gosta;
  • sei que mãe tem um coração enorme e faz tudo o que o filho pede, mas se você quer que ele/ela aprenda, pare de fazer e comece a ensinar;
  • IMPORTANTE: comece por você! Não adianta reclamar que seu filho não arruma o quarto se o seu também está um caos. Seja exemplo sempre!

Tenho certeza que colocando em prática todas essas dicas, a dinâmica familiar será muito melhor. Que tal encaminhar este texto no grupo da família?

família

Gostou? Deixe suas dúvidas e dicas nos comentários.

Conte
0
Por favor, deixe um feedback sobre issox
pra mim como é a divisão de tarefas no seu lar.

Quais assuntos você gostaria de ler aqui na coluna?

Abraços e até a próxima

Tatiana França

https://linktr.ee/organizeeharmonize

LEIA TAMBÉM

Fotos colunistas Tatianafranca
Últimos posts por Tatiana França (exibir todos)
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x