Como você define o que é inovação?

 

inovação

O termo inovação vem sendo cada dia mais difundido nas mídias e pela sociedade, mas atualmente este termo parece estar bastante relacionado com as novas tecnologias e com as empresas que as criam, as startups.

Gosto de pensar em inovação como algo que todos podem desenvolver em diversos aspectos da vida, pois o fato de incrementarmos uma diferenciação ao senso comum, com o objetivo de obter alguma percepção de melhoria, por si só já é um processo inovador, seja em que campo for.

A inovação pode ser definida como uma novidade ou melhoria que gera valor para indivíduos e organizações. Diferente do que muitos pensam, não depende diretamente da tecnologia.

Mas como nossa coluna está relacionada à tecnologia, vamos tratar de inovação tecnológica e seus impactos neste momento de pandemia.

A inovação é um fenômeno da economia a partir do qual a humanidade tem transformado sua relação com a realidade. Consideremos, por exemplo, a nossa condição atual.

Podemos acompanhar um concerto em Tóquio sem sair da cama, participar de reuniões disponibilizando documentos simultaneamente com múltiplos amigos ou companheiros de trabalho a distância, fazer compras em um supermercado e receber atendimento médico sem sair de casa.

Também conseguimos fazer uma viagem turística ou um intercâmbio para aprender inglês a partir de um dispositivo de realidade virtual, além de disponibilizar acesso à eletricidade e Wi-Fi a comunidades remotas. São alguns exemplos de inovações que se intensificaram neste ano.

Vamos ficar apenas nestes exemplos e refletir sobre alguns impactos (sem juízo de valor) que resultaram e ainda resultarão.

Maior interação com seus ídolos musicais e economia com ingressos; redução de deslocamentos, que consequentemente reduzem o trânsito nas cidades e melhoram o aproveitamento do tempo; ampliação das possibilidades de trabalho fora do ambiente das empresas; extinção de algumas ocupações de trabalho e surgimento de novas profissões; desenvolvimento de novas habilidades para um grande contingente de pessoas; redução dos riscos de acidentes na rua; redução de filas e de contaminação em ambientes médicos; aumento de conhecimento cultural; facilidade de possibilidades de acesso a lugares distantes ou fora do alcance financeiro; rapidez no aprendizado de idiomas com custo reduzido e integração de cerca de 50% da população a rede mundial de computadores.

Esses são apenas alguns impactos imediatos que redundarão a outros infinitos impactos.

Uma das consequências de tudo isso é o enorme crescimento do valor das empresas que disponibilizam as ferramentas de videoconferência e o acirramento da disputa pela liderança entre elas.

Apenas durante a pandemia, as ações da Zoom Video Communications dispararam 136%, se destacando como um serviço líder, ao lado da Microsoft e Cisco.

Diante desse panorama, a companhia de Mark Zuckerberg (que inclui Facebook e WhatsApp) liberou um recurso que permite que o aplicativo Messenger realize chamadas em vídeo com até 50 participantes, e que já atinge mais de 700 milhões de contas por dia realizando videochamadas.

Nesse ambiente de rápida inovação digital é que estamos inseridos e nos cabe, independentemente da posição social, intelectual, profissional ou etária, estarmos atentos aos impactos que ocorrerão em nossas vidas.

 

João Carlos Feijóo
Últimos posts por João Carlos Feijóo (exibir todos)
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais novos Mais votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Elis
Elis
26 dias atrás

Muito Bom João! Parabéns pelo texto! Esta pandemia está possibilitando que as pessoas usem sua criatividade para inovar cada vez mais! O mais interessante é que muitas invenções ficarão, mesmo após a pandemia.

Scroll to top
1
0
Por favor, comente.x
()
x