fbpx

Cuide da saúde: 5 dicas para melhorar a sua rotina alimentar

Marina Ferreira

Por Marina Ferreira

rotina alimentar


Será que a sua alimentação está da melhor forma que poderia ser? Você tem pensado nesse aspecto recentemente? Às vezes, a rotina nos engole e algumas áreas da nossa vida acabam ficando de lado. Hoje, trago uma forma prática de você passar um pente fino da sua rotina alimentar e ajustar ela para que se torne ainda mais saudável. Se achar 5 coisas para observar demais, escolha 1 para começar.

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

1)  Você come porque está na hora ou porque tem fome? Ou pelos dois motivos?

Não é necessário ter um tempo de intervalo fixo entre as refeições, por exemplo: comer de 3 em 3 horas. O organismo manda o sinal de fome quando precisa de comida, você precisa aprender a ouvir e atender esse pedido. Pode ser que sua primeira refeição não seja tão logo você acorda, mas não demore muito para oferecer aquilo que seu corpo tanto precisa para trabalhar bem disposto. As demais refeições podem ser guiadas também pelo seu apetite X rotina diária, ou seja, se o seu café da manhã é bem caprichado, cheio de nutrientes, pode ser que demore para você ter fome, mas se você é daqueles que come menos no desjejum, é provável que a fome não demore, e tenha que fazer algum lanche ou almoçar logo. Organize-se no dia anterior ou no mesmo dia de manhã para ter tempo para suas refeições.

 2)  Quantas frutas e verduras você consome por dia?

As frutas e verduras (cruas e cozidas) são grandes aliadas da saúde humana. Já devo ter falado disso aqui, mas elas são cheias de substâncias fitoquímicas (fito – de plantas), que são naturais e agem protegendo o organismo dos radicais livres, além de vitaminas e minerais tão importantes no metabolismo. Todos os dias o corpo humano entra em contato com diversas substâncias estranhas (como os aditivos de alguns alimentos, agrotóxicos, poluição, cosméticos…) que são metabolizadas e eliminadas pela urina e fezes, a esse processo é dado o nome de destoxificação. Para que esse processo ocorra de forma adequada e possa manter o equilíbrio é imprescindível que o consumo de frutas e verduras seja constante, diário e variado.

3) Desembale menos e descasque mais! Com qual frequência você consome alimentos ultraprocessados?

Os alimentos ultraprocessados são alimentos que a indústria produz com ingredientes já processados e ainda coloca aditivos para melhorar sabor, cor e durarem mais tempo. Infelizmente, tudo isso torna esses alimentos bem menos saudáveis. Os embutidos cárneos (presunto, salame, salsicha, mortadela, linguiça calabresa, copa, etc…), hambúrgueres prontos, bolinhos, salgadinhos, biscoitos recheados, refrescos, bebidas achocolatadas… a lista é longa. Esses alimentos podem ser consumidos o mínimo possível na nossa semana, caso você não consiga deixar de consumir. Uma boa maneira de reduzir é primeiro tomando conhecimento de quanto estes estão presentes no seu dia a dia, faça uma lista ao longo do dia. Depois, observe quais você pode substituir por outros menos processados ou preparar em casa. Faça isso aos poucos!

4)  Ao longo do seu dia há mais alimentos refinados ou integrais?

Pães, arroz, cereais, macarrão, biscoitos, torradas, quais desses alimentos têm no seu dia? E você consome a versão integral deles? O consumo desses alimentos integrais ajuda na prevenção de doenças – não é incrível? Pois as fibras alimentares contidas no grão integral ajudam no bom funcionamento do intestino, além de reduzir a absorção de gordura e glicose. Esses efeitos são excelentes para a saúde. Além destes, as leguminosas e as frutas e verduras também contribuem para essas fibras alimentares da dieta.

5)  Sua refeição é um momento de prazer e atenção?

Tão importante quanto tudo o que eu falei antes, está o SENTIR PRAZER AO COMER! E para sentir isso, é preciso ter atenção ao que está acontecendo, ou seja a refeição. Isso inicia com o preparo da refeição e da mesa. 

  • Ponha a mesa, mesmo de forma simples, do seu jeito, mas coma à mesa. 
  • Desligue as telas – deixe o celular em outro cômodo, desligue a TV, o computador, olhe para a pessoa que está comendo com você, converse com ela (quando possível, coma acompanhado). 
  • Ore, agradeça, coma devagar, reserve algum tempo para que isso seja possível, observe a comida, reflita sobre a comida.

Bom primeiro passo para você!

Abraços, Marina

 LEIA TAMBÉM

 

Fotos colunistas marina ferreira 1
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x