fbpx

Dos cinemas para suas próximas férias

Selma Cabral

Por Selma Cabral

 


cinemaEu já escrevi algumas vezes que podemos viajar de várias maneiras: através dos livros, do cinema, até das novelas e séries.

Sempre que assisto filmes ou séries o que mais me chama atenção são os lugares, as paisagens e os sons, e tudo isso me transporta para outro mundo.

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo exclusivo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Não importa se é drama, comédia, romance ou aventura, Me perco admirando os cenários e os lugares incríveis, ainda mais agora que não posso ir fisicamente para nenhum deles, haja imaginação!

Quem nunca assistiu e filme e pensou: esse vai ser o destino das minhas próximas férias? Aposto que muita gente.

Então essa semana vamos LEMBRAR alguns lugares que foram cenários de clássicos do cinema!!

cinema

Cartas para Julieta:

Quem não ficou impressionado com as belíssimas paisagens verdejantes das regiões de Florença e Siena desse filme? Além de todo romantismo da história claro! Sou suspeita, pois tenho um sentimento especial pela Itália.

cinema

As cenas foram rodadas entre Nova York e Itália, no verão de 2009. As principais locações foram as províncias de Verona e Siena e Lago Garda. Mas grande parte do filme se passa no Val D’Orcia com paisagens belíssimas.

Cada curvinha perdida das estradas da Toscana reserva um deleite único, ora por uma igrejinha milenar esquecida, ora pela luz da tarde pincelando os campos de girassóis e vinhedos.

cinema
Florença

E, quando esse cenário encantado já parece ser o suficiente, eis que surge Florença, a cidade responsável – juntamente com Roma e Veneza – pelo status de “terra de sonhos” da Itália.

Outro cenário do filme é Siena  considerada a mais perfeita cidade medieval da Itália, com seu labirinto de ruas estreitas, seu casario sombrio e seus belos monumentos. Distante 70 km de Florença, é uma das principais cidades da Toscana e pode servir de base para conhecer a parte sul da região.

cinema

Outono em Nova York:

Outro filme que amo e já é antigo, mas, nunca esqueço e nem me canso de ver todas aquelas flores e jardins lindos, o colorido das árvores e as folhas no chão que criam cenários únicos e fazem da estação do ano uma das mais especiais da Big Apple.

cinema

Para quem é fã da incrível cidade de Nova York, uma cidade cheia de cores, clima favorável e muitas atividades para fazer, essa é uma breve descrição do Outono em Nova York.

cinema

O outono em Nova York tem inicio no dia 21 de setembro e término no dia 21 de dezembro, e é nessa época do ano que o clima romântico prevalece, com árvores ganhando destaques devido às cores vibrantes de suas folhas em tons laranja, enquanto a temperatura vai ficando cada dia mais agradável e amena.

cinema

Meia noite em Paris: 

É impossível assistir Meia Noite em Paris e não me encantar com cada detalhe!

Woody Allen captou muito bem a atmosfera de “Paris é uma Festa”, de Ernest Hemingway. Logo no começo do filme, a capital francesa começa a trabalhar toda a sua magia sobre os personagens, levando eles e os espectadores numa viagem pelas diferentes épocas da história intelectual da cidade.

12 lugares que aparecem no filme Meia Noite em Paris. O roteiro perfeito para se apaixonar pela cidade e viajar no tempo, como no filme:

1. Jardim de Monet, em Giverny

Nos jardins de Monet, os visitantes podem ver a verdadeira inspiração de algumas das mais famosas pinturas impressionistas do mundo.

cinema
Palácio de Versalhes

2. Palácio de Versalhes

O Palácio de Versalhes é um dos pontos turísticos mais exuberantes do mundo. Para aproveitar o melhor do passeio, depois de visitar os palácios Trianon, vale tirar algumas um tempinho para passear pelo jardim.

3. Museu Rodin

Localizado no coração de Paris, abriga a maior coleção de desenhos e esculturas do artista francês no mundo, inclusive a mais famosa, O Pensador.

cinema
Ponte Alexandre III

4. Pont Alexandre III

Com 154m de comprimento e 40m de largura, a Pont Alexandre III mais parece uma avenida sobre o Rio Sena. Muito mais que uma ponte, um monumento ricamente decorado com colunas de mármore e as famosas estátuas douradas – as Dorées Renommées, que simbolizam as Artes, Ciências, Indústria e Comércio.

5. Igreja Saint-Étienne-du-Mont

Essa igreja linda, de estilo renascentista francês e torre de um lado só, abriga as relíquias de Santa Genoveva, padroeira de Paris. Localizada no Quartier Latin, bairro intelectual e boêmio onde fica a universidade Sorbonne, a igreja Saint-Étienne-du-Mont tem o órgão mais antigo da cidade.

6. Musée de L’orangerie

Localizado no Jardin des Tuileries, o antigo laranjal foi transformado em museu em 1927. É onde ficam os famosos murais das Ninféias de Monet, que tomam conta de uma inteira sala do museu e encantam a todos que visitam.

7. Mercado das Pulgas de Saint-Ouen

Paris é famosa pelos seus mercados de rua, e o de Saint-Ouen tem história! Iniciado por volta de 1870, hoje em dia é uma das maiores feiras de antiguidade do mundo, com 2.500 estandes.

8. Le Polidor

Le Polidor é um pub histórico freqüentado por figuras famosas como James Joyce, Ernest Hemingway,  Jack Kerouac e Henry Miller.

9. Maxim’s de Paris

O que hoje é um restaurante caríssimo, já foi um ponto de encontro para intelectuais e gente que entrou para a história como Gustave Eiffel, Louis Cartier (fundador da grife de relógios) e o brasileiro Santos Dumont, que então trabalhava na invenção do dirigível.

10. Musée des Arts Forains

Este curioso museu dedicado a objetos de antigos parques de diversões surgiu da coleção particular de um comerciante de antiquários. Um lugar excêntrico, para dizer o mínimo, onde você pode andar num carrossel original dos anos 20.

11. Livraria Shakespeare & Co.

A Shakespeare & Co. Abriu em 1951 como um tributo à livraria de mesmo nome que funcionava na Rue de L’odéon na década de 1920. Ernest Hemingway, Scott Fitzgerald e toda a turminha da literatura modernista anglo-americana freqüentavam a Shakespeare & Co. Original e a tornaram um ícone da época. A dona da livraria foi a primeira a bancar a publicação de Ulysses, obra de James Joyce que havia sido censurada no Reino Unido e nos EUA.

A primeira  Shakespeare & Co. fechou em 1940, durante a ocupação nazista. Hoje, nesta segunda edição do clássico, podemos ter um gostinho do ambiente que inspirou tantos grandes escritores ao andar por entre as caóticas paredes cobertas de livros, até chegar ao piano do segundo andar.  Fica bem pertinho da Catedral de Notre Dame.

cinema

12. Bouquinistes de Paris

Uma das cenas mais pitorescas de Paris são os 900 estandes verdes que se espalham por mais de 03 km nas margens do rio Sena e fazem qualquer amante de literatura e arte se encantar!

Os bouquinistes são livreiros de segunda mão que, todo dia a partir das 11h, oferecem não só livros, mas também gravuras, revistas e  posters vintage.

Terminar uma tarde nas esplanadas ao longo do Sena – é o lugar perfeito para relaxar, fazer picnic e tomar um vinho ao pôr do sol. Tem o clima certo para um passeio romântico e incorpora toda a essência da cidade no filme!

Fonte: https://vontadedeviajar.com

Quando pudermos ir a Paris, já temos um roteiro quase pronto! Até porque não só de brioche e vinhos vivem os parisienses né?

Tem muito mais filmes inspiradores, quem assistiu Mama Mia, por exemplo, e nunca pensou em dar aquele mergulho delicioso no mar da Grécia exatamente como faziam grande parte do elenco?  Eu penso nisso várias vezes rs.

Mas estou guardando esse momento para a minha próxima viagem!!

LEIA TAMBÉM

Selma Cabral
Últimos posts por Selma Cabral (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x