fbpx

Espanha

Selma Cabral

Por Selma Cabral

A Espanha é um dos destinos favoritos dos turistas. É um país que, ao mesmo tempo em que possui muitos lugares históricos, também é palco de atrações extremamente modernas. Composto por inúmeras cidades maravilhosas, fica difícil escolher as que se destacam.

Espanha


Nos últimos anos, Espanha, converteu-se num dos destinos preferidos dos brasileiros. A aproximação cultural, as atividades culturais, compras, praias, vida noturna, esportes, religião, e lugares históricos são os motivos mais citados pelos brasileiros para visitar o país, que junto a Portugal, forma a Península Ibérica. A gastronomia e a oferta de vinhos também são atrativos da viagem, assim como a língua, já que a maioria dos estudantes escolhem a Espanha como destino para aprender a língua espanhola.

Para entrar e viajar por Espanha é necessário cadastrar-se no sistema ETIAS, a nova autorização eletrônica Europeu. O ETIAS permite entrar e viajar pela Espanha durante 90 dias, o tempo ideal para conhecer bem o país assim como fazer um curso de espanhol.

A Espanha é um país cheio de contrastes, marcada pela riqueza da sua história e pela modernidade que torna as suas cidades ainda mais bonitas. A Espanha é também palco para alguns dos mais deslumbrantes cenários naturais.

Prepare-se para mergulhar na história, arte, cultura e muito salero da Espanha e conheça as 10 melhores cidades para visitar.

Madrid:

espanha

É a maior cidade de Espanha, e um dos destinos favoritos dos brasileiros. A capital ensolarada é uma cidade única e cosmopolita com muita vida, festa e arte. A porta de entrada para a Espanha também se destaca pela sua riqueza arquitetónica, como o Palácio Real, a Puerta del Sol e a estátua do Urso Madronho, símbolo da cidade, entre outros.

espanha
Museu Rainha Sofia | fonte:spain.info
espanha
Museu do Prado. | fonte: spain.info

Madrid conta também com alguns dos melhores museus do mundo, destacam-se o Museu do Prado, o Museu Rainha Sofia e o Museu Thyssen-Bornemisza, o chamado “Triângulo de Ouro da Arte”. Outro ponto de paragem quase obrigatório é o Parque do Retiro, perfeito para relaxar. Madrid é uma cidade que faz todos os que a visitam sentirem-se vivos, seduzidos pela energia contagiante da cidade, pela música nas ruas, pelo ambiente artístico inigualável e pela gastronomia rica.

Perto de Madrid. o viajante tem também a oportunidade de fazer duas paragens obrigatórias na Espanha: Segóvia e Toledo.

Segóvia:

espanha
Segóvia. | fonte: spain.info

A 30 min de trem de Madrid está Segóvia, a cidade mais italiana da Espanha. Graças à dominação romana durante sete séculos, Segóvia tem muito que oferecer aos seus turistas, como as ruínas romanas, assim como seus castelos, suas igrejas e demais construções históricas.

No entanto, o monumento mais chamativo é sem dúvida o Aqueduto de Segóvia, um dos primeiros aquedutos construídos na Europa e é o monumento romano mais bem conservado da península Ibérica. Seus altos pilares de pedra suportam uma linha de 167 arcos com uma extensão de 728 metros e quase 900 metros de altura, fincada no meio de uma cidade pequena, porém muito rica culturalmente. É uma obra de arquitetura realmente impressionante que você não pode perder.

Toledo:

espanha
Toledo | fonte: spain.info

A apenas uma hora de carro do centro de Madrid, está Toledo, uma cidade verdadeiramente enigmática, cheia de velhos edifícios religiosos, fruto da influência de muçulmanos, judeus e cristãos que por ali passaram. A estratégica localização desta cidade considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO e, pátria de Don Quixote de la Mancha, sempre fez de Toledo objeto de cobiça.

É uma autêntica cidade medieval encravada no meio das montanhas e sobre o Rio Tejo, que tem muito que oferecer ao turista brasileiro, com seus castelos medievais, catedrais, monastérios, mesquitas, fortalezas, torres, praças e outros templos da arquitetura medieval. Outro ponto a mencionar é a incrível gastronomia local, resultado das fortes influências de todos os povos que passaram por lá, destacam-se a perdiz à moda de Toledo, o milho, queijo e marzipã, um doce de origem árabe.

Barcelona:

espanha

É sinônimo de amor à primeira vista. A capital da região da Catalunha é um lugar cheio de personalidade e com uma atmosfera única, colorida, vibrante e intensa. As suas ruelas, largas avenidas, monumentos históricos, ambiente eletrizante, compras, e com uma vida noturna incrível fazem com que Barcelona apaixone todos os que por ela passam.

espanha

À semelhança de Madrid, Barcelona, oferece um casamento perfeito entre o moderno e o passado, misturando grandes obras de arte e de arquitectura com a jovialidade característica desta cidade. São várias as paradas obrigatórias, vale a pena mencionar o Parque Güell, de Gaudí, a Sagrada Família, a Casa Batló, e claro, as praias de água quente e areia clara. Mas vá com tempo para não deixar o Barrio Gótico, as Ramblas e o Montjuïc de fora dos planos de visita.

Valência:

espanha
Valencia | fonte: spain.info

Valência é a terceira maior cidade espanhola e passagem obrigatória. Valência é uma cidade verdadeiramente charmosa e ensolarada, conta com 300 dias de sol e uma temperatura média que ronda os 19 graus, o que faz ideal para visitar em qualquer época do ano.
Conheça a fundo a história de Valência fazendo uma visita à Catedral e às antigas portas da cidade, do século XIV. Viaje até ao futuro com uma visita à Cidade das Artes e das Ciências, projetada por Santiago Calatrava, o ponto máximo da arquitetura moderna na Espanha. Situado sobre o canal do antigo rio Turia, se trata de um complexo futurista de quase dois quilômetros de extensão que engloba museu de arte, aquário (o maior da Europa) e centro de ócio.

espanha
Catedral de valencia | fonte: spain.info

Valência é também o sítio ideal para fazer praia, já que tem praias para todos os gostos, das mais urbanas às mais isoladas. E claro, não podemos esquecer a gastronomia valenciana, já que a Paella, o prato tradicional espanhol, foi inventado em Valência!

Sevilha:

espanha
fonte: spain.info

A capital da região da Andaluzia, um lugar único, com uma atmosfera incrível. Sevilha é muito mais que flamenco, tapas, e fusão de culturas e histórias. É um lugar com mais de 2000 anos de história que cheira a flor de laranjeira. É o sítio perfeito para relaxar, viver a atmosfera romântica, apreciar a natureza e as fascinantes obras de arte e arquitetura de estilo romano, islâmico, gótico, barroco e renascentista.

espanha
Catedral de Sevilha | fonte: spain.info

Sevilha conta ainda com três espaços Património Mundial da Humanidade pela UNESCO: a Catedral de Sevilha, considerada a maior catedral gótica do mundo, o Real Alcazar e ainda o Arquivo das Índias. A não perder também a Praça da Espanha e a Torre del Oro. Sevilha é verdadeiramente a jóia do sul de Espanha!

Ilhas Baleares:

espanha
fonte: spain.info

As Ilhas Baleares estão situadas no Mediterrâneo. Desde Espanha os pontos de partida mais comuns para chegar às Ilhas Baleares são Barcelona e Valência (esta última a cidade mais próxima do arquipélago). De ambas as cidades partem ferry-boats para três das quatro ilhas: Ibiza, Maiorca e Menorca. Mas é claro que também pode viajar de avião a partir de qualquer cidade na Espanha e de outras cidades Européias. Contudo, a única forma de chegar até à ilha de Formentera é de barco, saindo de Ibiza.

O arquipélago das Baleares é uma região cheia de beleza natural, praias de areia clara e claro muita festa, tendo cada uma das Ilhas um perfil distinto.

Palma de Maiorca:

É o epítome da beleza paradisíaca do litoral espanhol. É o destino perfeito para os amantes de sol, praia e bom tempo. Imperdível é a paisagem da Serra da Tramuntana, considerado Património Mundial pela Unesco, que fica no noroeste de Maiorca e ocupa uma superfície de 90 km. Passear pela ilha de Maiorca é passear entre o passado e o presente. A parte histórica concentra-se na região da Baía de Palma, e a parte mais moderna estende-se de leste a oeste. Algumas das atrações, além das praias douradas de água cristalina, que não pode perder são o Castelo Belver, a Catedral La Seo, o Palácio do Arcebispo, a Igreja de São Francisco e o Monastério e a Igreja de Montesión.

Menorca:

É a segunda maior ilha do arquipélago balear e, provavelmente a ilha menos conhecida. Contudo, Menorca é um destino fantástico que vale a pena descobrir, sobretudo para quem viaja em família. Desde as suas praias belíssimas graças ao seu parque de preservação nacional, à sua exuberante paisagem, Maiorca tem tudo para uma estadia relaxante e cheia de aventura. Outros pontos impressionantes que há que visitar são os restos pré-históricos (construções Megalíticas) e claro, as suas duas cidades principais Ciutadella e Maó.

Ibiza:

É a terceira maior ilha do arquipélago da Ilhas Baleares, e um dos destinos turísticos mais populares da Europa. Ibiza é internacionalmente conhecida pela sua vida noturna e, pelas suas festas que não têm hora para acabar. Cada ano, sobretudo no verão, Ibiza transforma-se no ponto de encontro de todos aqueles que buscam praia e grandes paisagens, assim como as melhores festas e música electrônica. Contudo, Ibiza, não é só festas e DJ sets, também é um local de sonho para umas férias em família. As suas praias, comida e atividades por toda a ilha fazem de Ibiza o destino perfeito para todo o tipo de viajante.

Formentera:

Considerada um dos maiores refúgios subtropicais da Europa, oferecendo um cenário agradavelmente rústico, com suas praias douradas, campos de alecrim e bosques de pinheiros. Com apenas 20km de um lado ao outro da costa, Formentera, é um destino tranquilo, boêmio e liberal para suas férias. Ao contrário de Ibiza, Maiorca e até Menorca, Formentera tem conseguido manter-se afastada das maiores multidões e isso faz dela uma das melhores cidades para visitar em Espanha. A ilha das salinas e paisagens idílicas está situada no Mar Mediterrâneo, e está a apenas duas horas de barco do continente.

Cádis:

A cidade mais antiga da Espanha, é um sítio excêntrico, cheio de vida, sol, surf, bom marisco, e um patrimônio histórico riquíssimo. Em Cádis poderá encontrar Bolonia e as suas ruínas romanas, o mirador do Porco em Santi Petri ou os misteriosos bunquers da praia de Zahara de los Atunes.

A grande festa de Cádis é o Carnaval, desfiles, fantasias, música e muita festa! É um dos grandes destaques do superlotado calendário cultural espanhol.

San Sebastián:

Perto da fronteira com a França, San Sebastián, ou Donostia em basco, é uma das cidades mais lindas da Espanha. Famosa pela Playa de la Concha e pela sua rica cultura culinária, Donostia, é considerada muitos como uma das cidades mais bonitas da Espanha. As suas incríveis praias, gastronomia e monumentos fazem desta cidade uma paragem obrigatória em Espanha. Imperdível são as vistas a partir dos montes Urgull e Igueldo, nos dois extremos da baía.

Os amantes do cinema podem aproveitar o mês de setembro para não faltar ao Festival de Cinema de San Sebastian, um dos mais importantes festivais de Espanha. No verão, realiza-se o Festival de Jazz, com vários concertos gratuitos na praia e pela cidade.

Picos da Europa:

Os Picos da Europa situados no norte de Espanha são o expoente máximo para umas férias de natureza em Espanha. Pode-se chegar aos Picos da Europa a partir das Astúrias, Cantabria ou Castela e León. Aqui terá a oportunidade de caminhar por trilhos impressionantes, onde a vai poder viver a aventura perfeita num cenário incrível e cheio de história.

Poderá também encontrar mais de 100 espécies de aves, sobretudo a majestosa águia real ou o abutre fouveiro. Suas montanhas escarpadas, rios e vales verdejantes tornam esta zona de Espanha um ponto de passagem obrigatória, sobretudo para os mais aventureiros.

Salamanca:

espanha
fonte: spain.info

Uma cidade jovem, vibrante e cheia de vida, com uma vida noturna invejável. É uma cidade universitária e conta com muitos edifícios medievais e ruas estreitas onde poderá encontrar alguns dos melhores exemplos arquitetônicos de Espanha. Os edifícios de maior destaque são sem dúvida a Plaza Mayor, La Catedral Nueva, La Catedral Vieja, e a universidade, fundada no século XIII. Salamanca é reconhecida como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. Em Salamanca o visitante pode também se deliciar com a famosa culinária castelhana.

Granada:

A região da Andaluzia é fortemente marcada pela herança árabe, como se pode apreciar em todos os palácios e mesquitas espalhados pelo sul de Espanha. Mas é em Granada que está o maior e mais belo legado da presença árabe na região: a Alhambra, um dos monumentos mais visitados da Espanha. Trata-se de um vasto complexo de palácios, rodeado por jardins e, com os picos das montanhas da Serra Nevada de fundo.

Granada tem muito mais para oferecer aos seus turistas, como por exemplo o bairro do Albaicín, o centro histórico e a magnífica catedral, a primeira igreja renascentista espanhola. Granada está perto da Serra Nevada e de várias estâncias de ski, assim como da região turística de Alpujarras e das praias da Costa Tropical. E, claro, as tapas! Não se esqueça das tapas!

E o que são tapas?

Tapas, na Espanha, são aperitivos servidos em bares e restaurantes, geralmente acompanhados por uma bebida, que pode ser alcoólica ou não. Entretanto as tapas são muito mais que simples aperitivos ou petiscos, sendo elas um costume secular e rodeado de teorias e lendas de sua real origem.

Quando você for à Espanha não deixe de ir de tapas ao seu fim de tarde ou nos fins de semana ou a qualquer momento mesmo.  Os espanhóis por vezes preferem tapear do que fazer suas refeições do modo “comum”.

As teorias sobre a origem das tapas

É complicado pontuar na história a origem deste tipo de aperitivo típico, ou até mesmo um costume que permite compreender a própria gastronomia espanhola atual.
Contaremos abaixo algumas das diversas possíveis origens das tapas. Todas são curiosas, carregadas de história e genialidade.

Umas das mais antigas teorias de sua origem remonta o reino de Alfonso X, El Sabio, que durante um período de enfermidade em que lhe foi receitado algumas taças de vinho, ele comia pequenos pedaços de comida entre um gole e outro para amenizar os efeitos do álcool. Das acomodações reais para as tabernas da época, o costume se formou e já não se podia mais servir somente a bebida, ela sempre vinha acompanhada de um aperitivo para “tapear” a bebedeira.

Ainda neste mesmo período, outra teoria conta que durante o reinado dos Reis Católicos, devido ao grande número de acidentes causados pelos condutores de carroças embriagados ao sair das tabernas, os taberneiros se viram obrigados a servirem alguns aperitivos juntamente com o vinho ou a cerveja. Só que tinha um, porém: os aperitivos vinham em um pratinho que era posto sobre o copo e só se deveria beber depois de comer. Logo, estes aperitivos serviam de tampa, uma tapa.

Também há a versão de que Fernando II de Aragón solicitou que fosse coberta a sua taça de vinho já que existiam muitas moscas no local. Atendendo ao pedido, o taberneiro trouxe um pedaço de salame ou presunto dizendo Aquí tiene su tapa, majestad.

Também se conta que as tapas nasceram no século XX, na Andaluzia, precisamente em Almería, onde se colocavam fatias de lombo de porco sobre a taça de vinho para que este não perdesse seu sabor e aroma.

E, claro que vou deixar aqui uma receita saborosa de Tapas Espanholas.

Quero ver quem vai se arriscar e preparar podem me enviar a foto depois tá?

Tapas com Ricota e Pepperoni

  • 20 porções
  • 20 fatias de pão tipo baguete tostadas
  • 20 fatias de pepperoni
  • 10 tomates-cereja cortados ao meio

Para a ricota temperada

  • 200g de ricota fresca
  • 2 colheres (sopa) de azeitona verde picada
  • 1 colher (café) de azeite de oliva
  • 1 colher (sopa) de cebolinha verde picada

Você vai precisar de

  • 1 tigela
  • Espetinhos

Modo de preparo

  • Amasse a ricota com as mãos;
  • Em uma tigela, junte a ricota com os outros ingredientes;
  • Para a montagem, coloque 1 colher (sopa) de ricota sobre cada fatia de pão;
  • Coloque em um espetinho o pepperoni e o tomate. Sirva sobre o pão.

Receita de Destemperados Food Experiences.

Fonte: https://culturaespanhola.com.br/blog/o-que-sao-tapas/

Fonte: https://www.etiaseu.com.br/ferias-espanha-10-melhores-lugares-visitar/

Boa semana e até a próxima!

LEIA TAMBÉM
Selma Cabral
Últimos posts por Selma Cabral (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x