fbpx

Filmes sobre vírus: quando a arte antecipa a vida real

Fabiana Honorato

Por Fabiana Honorato

 

filmes sobre vírus


Diz o ditado popular que a vida imita a arte, né? Mas eu tenho achado que a arte, mesmo sem saber, já vinha imitando a vida que a gente passou a ter de março de 2020 pra cá. Não sei você, mas quando eu via aqueles filmes sobre vírus que se espalhavam rapidamente, sempre achava muito distante da realidade.

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo exclusivo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Mas, 2020 veio com tudo e nos mostrou – e 2021 vem reforçando – que nem toda ficção fica restrita às telas. A nossa realidade, infelizmente, parece mesmo enredo de filme, daqueles distópicos em que a humanidade se vê ameaçada.

A indústria do cinema e do entretenimento sempre nos proporcionou essas experiências, de como seria viver na terra após o apocalipse e a destruição da espécie humana. 

filmes sobre vírus
Filme Mad Max

O clássico Mad Max, franquia lançada em 1979, retrata esse futuro pós fim do mundo. As gangues aterrorizam os sobreviventes e não é preciso um vírus para dizimar as pessoas, a própria espécie faz isso.

Filmes sobre vírus
Filme Filadélfia

Falando neles, os vírus, em 1993 o filme Filadélfia colocava a epidemia de Aids, reconhecida na metade da década de 80, no centro de Hollywood. O filme foi o primeiro a tratar do HIV também em seu viés social: o advogado interpretado por Tom Hanks é demitido do escritório em que trabalhava justamente por ter a doença. 

É uma história forte e que discutiu a homofobia de uma forma ainda inédita no cinema. Além de Hanks levar o Oscar de Melhor Ator, a música Streets of Philadelphia, de Bruce Springsteen, faturou a estatueta como Melhor Canção Original. Impossível não cantar esse refrão, né?

filmes sobre vírus
Filme Epidemia | Rene Russo

Em 2020, o filme Epidemia despontou como um dos mais vistos na Netflix. Porque será? O longa, de 1995, mostra o surgimento de um vírus letal que extrapolou a África a partir de um macaco contaminado.

Sim, a interação do vírus entre humanos e animais deu origem a uma doença que matava rapidamente e se alastrou de forma catastrófica. Havia uma referência ao ebola, mas o curioso mesmo é perceber que, assim como acontece agora no Brasil, a negação à ciência e a resistência em admitir o potencial do vírus colocam a população em risco.

Eu lembro de ter visto esse filme em fita VHS – naquele aparelho pré-histórico chamado videocassete – e me impactei muito com as cenas dos profissionais da saúde usando roupas especiais, pra se proteger do contágio. 

filmes sobre vírus
Renee Russo

E a atriz Rene Russo que, na première do filme, posou para fotos usando máscara? Mal sabia ela que hoje esse item é tendência!

De todos os filmes nessa temática, Contágio é, pra mim, o mais premonitório. Eu vi esse filme há anos, e vi porque adoro duas atrizes que protagonizam a história: Kate Winslet e Marion Cotillard. Não é o estilo que me pegaria se não fosse pelo elenco.

Mas, a partir do momento que comecei a ver, não queria parar mais. O roteiro é ótimo e mostra a quarentena como estratégia de saúde pública para driblar a pandemia de um vírus. A doença é bem mais mortal do que o nosso coronga e coloca a comunidade científica mundial em busca de uma vacina.

O filme, de 2021, é mas é assustadoramente atual, pois a gente se identifica com várias situações que enfrentamos hoje. 

Um ano depois de o mundo entrar em estado de pandemia, com tantas mudanças, desafios e medos, será que a vida vai imitar a arte e nos apresentar um final feliz também?

LEIA TAMBÉM

Fotos colunistas Fabiana Honorato
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x