fbpx

Mary Adelayde: de mulher rejeitada à bisavó da Rainha Elisabeth

Fernanda Brito

Por Fernanda Brito

Mary Adelayde


Às vezes, um casamento arranjado entre parentes não muito bem-sucedidos pode resultar em felicidade e filhos com futuros brilhantes.

A rainha Vitória, assim como os monarcas de sua época, além das atribuições do cargo, tinha obrigação moral de cuidar do bem-estar da família e dos parentes.

Mary Adelayde
A rainha Vitória retratada em 1882

Uma prima em especial parecia uma enorme dor de cabeça: Mary Adelayde. Era feiosa e muito mal-ajambrada. Além disso, o excesso de peso não ajudava muito. Acabou conhecida pela nada honrosa alcunha de Mary – a gorda. Pesava, ainda, o fato de não ser provida de grandes rendimentos. Era difícil encontrar um pretendente.

De qualquer forma, mesmo gorda e pobre, era neta de um rei e tinha chegado aos 30 sem nenhuma perspectiva de matrimônio. Alguma providência tinha que ser tomada. Depois de vasculhar todas as possibilidades nas famílias nobres europeias, conseguiram casá-la finalmente com o príncipe Francisco de Teck. 

Mary Adelayde
Mary Adelaide em 1885

Embora a patente do noivo fosse inferior à da noiva, (uma vez que ele era produto de um casamento morganático e não tinha direito à sucessão do trono), o casamento foi considerado uma solução para ambos. 

Ficaram morando em Londres em um apartamento no Palácio de Kensinton cedido pela prima monarca e viviam de uma modesta renda de £5000 anuais que recebiam a título de anuidade parlamentar para a realização de deveres reais. 

Foram felizes. Tiveram 4 filhos, 3 meninos e uma menina. A filha de Mary Adelayde chamava-se Vitória Maria Augusta Luísa Olga Paulina Claudina Agnes, que, aos 24 anos, ficou noiva de Alberto, filho do príncipe de Gales, mas ele morreu de pneumonia 6 semanas após o anúncio do noivado. 

Mary Adelayde

Como a noiva era adequada, a rainha Vitória sugeriu que após cumprimento de luto oficial, a filha da prima ficasse noiva do irmão do falecido noivo e assim foi feito. Mary de Teck casou-se com Jorge, mais tarde Jorge V, pai de George VII, pai da atual rainha da Inglaterra.

Assim, Mary – a gorda, é na verdade a bisavó da Rainha Elisabeth.

VEJA TAMBÉM
Fernanda Brito
Últimos posts por Fernanda Brito (exibir todos)
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x