O barulho da Chuva

chuvaA chuva me acalma… Mesmo quando é forte e brava. O barulho da chuva me acalma. É como se alguém me dissesse, lenta e tranquilamente… não faça nada agora! Não está vendo? Chove lá fora!  Não tenho que sair na rua. Não vou poder ir na reunião… Vê que bom! 

A chuva é o consentimento meteorológico do não! Posso adiar os mais chatos compromissos. Os encontros tensos que, na verdade, pouco me interessam… A chuva permite a desistência! E com apoio de todos e natural compreensão. O céu está caindo. Sacudindo seus pingos. A chuva é tão forte que eu não posso sair… Desculpe, vou ficar por aqui! Olhando pro alto, vendo água cair… 

É lindo o céu em prantos. Pelos quatro cantos… Lavando o verde, as plantas, as palmeiras, as sementes… O ritmo dos pingos é uma orquestra viva. Aquosa sintonia. Volumosa melodia… Fortíssima! Bravíssima! Com sibilantes rajadas e rufar de trovões. 

PRODUTOS 40EMAIS

Logo redondo CURSOS

O 40EMAIS traz para você os melhores cursos, para você dar aquela guinada de 360º na sua vida. Não Perca!

No meu jardim encharcado, nos galhos, nos bancos e no telhado… Até nos degraus da escada molhada. Eu ponho a pontinha dos pés, com medo da terrível deslizada. Queda ligeira. Danada! E assim me retraio… Saio ou não saio? Entro na chuva? Piso com os pés na terra encharcada? Ou não faço nada? Tudo passa. Tudo lava. Vou esperar a chuva passar… 

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

Porque quando chove, nada é pra já! O corpo para. Mas a alma lavada… deixa “tu-do-pra-lá…”

LEIA TAMBÉM
Inês Bari
Últimos posts por Inês Bari (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x