fbpx

Perseverança e equilíbrio: os segredos para empreender

Érika Klann

Por Érika Klann

empreender


A vida empreendedora é mesmo feita de delícias e desafios. Como abordei no texto anterior, empreender traz a oportunidade de realizar um sonho, construir uma renda, trabalhar com o que se gosta e fazer a diferença na vida das pessoas. Mas nem tudo são flores…

Clique e Assine o 40EMAIS e ganhe acesso completo ao conteúdo do Portal, como Workshops e Mentorias, além de muitos descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Não é só sobre abrir uma empresa. Empreender é dedicar boa parte da sua energia, seu tempo e dinheiro em algo que você realmente acredita.

Então, a crença de que ter o próprio negócio e ser o seu próprio patrão te dará mais tempo com a família e, principalmente, com os filhos é pura ilusão. A caminhada é bem mais difícil do que contam pra gente. 

Você já deve ter ouvido muitas pessoas dizerem que vão abrir o próprio negócio para ter mais tempo livre, né?! Principalmente entre mães, cujo sonho de acompanhar o crescimento dos filhos mais de perto é intenso e urgente. Mas a realidade de um empreendedor é bem diferente, o que leva muitos a se frustrarem e até desistir. 

A demanda e as responsabilidades de um empreendedor se multiplicam e o tempo parece escorrer pelas mãos. 

Você precisa adquirir habilidades que ainda não possui e estudar muito: sobre o produto ou serviço que você pensa em oferecer, sobre o público-alvo, estratégias, precificação, marketing, comunicação, gestão financeira, tendências de mercado, concorrência, comportamento do consumidor, inovação, controle de estoque, parte burocrática, network… Ufa!! 

Além disso, precisamos ter em mente que, apesar de não termos um patrão, temos um compromisso com nossos clientes e fornecedores.

Empreender exige tomar decisões e fazer escolhas o tempo todo.

Quando eu era bolsista, CLT ou mesmo concursada, eu tinha uma rotina bem definida, com hora certa para chegar e sair do trabalho. Mesmo quando levava trabalho pra casa e já tinha o meu filho, as tarefas eram mais bem divididas entre o trabalho, a casa e a família. 

Mas quando se começa a empreender, principalmente quando se trabalha de casa, essa divisão fica bem mais difícil. É preciso ter muita disciplina e organização para não atropelar os limites de cada esfera da sua vida.

empreenderVale ressaltar também que, quando se é funcionário de uma empresa, mesmo em um cargo alto, você tem apenas a visão de uma parte. Mas quando se tem o próprio negócio, precisamos pensar em absolutamente tudo, em detalhes, desde o planejamento, as postagens nas redes sociais, compra de material, até o recrutamento e pagamento de funcionários, se tiver. 

Com algumas dessas áreas você vai se identificar, mas com tantas outras, você vai querer prosperar para conseguir delegar essas funções.

O problema é que, enquanto isso não acontece, inevitavelmente, você vai precisar dividir esse tempo da empresa com a família, seus amigos e com você mesmo. E esta possibilidade não pode ser ignorada. 

Ter uma rede de apoio e de compreensão é fundamental. Mas, mesmo que não tenha, seja forte, porque você consegue!

É verdade que não será fácil, mas o resultado é indescritível de prazeroso. Acreditar em um propósito, acreditar em si mesmo, servir de inspiração e ser exemplo aos filhos são o combustível que, muitas vezes, serve de motivação para enfrentarmos os desafios e continuarmos nesta jornada.

Não deixe que o medo de não dar conta lhe impeça de tentar, de correr atrás do seu sonho.

Muitas pessoas esperam o melhor momento para começar e perdem o timming e o sonho. Estudam muito, mas pensam demais também e acabam por não tomar a iniciativa. Não se iluda achando que os filhos darão menos trabalho conforme vão crescendo. As demandas apenas mudam, mas continuam existindo. Então, acredite, planeje e tire o seu sonho do papel!

Desculpem-me a sinceridade! A intenção não é desencorajar, muito pelo contrário. A ideia é mostrar que empreender não tem nada de romântico. Mas que, sim, é super possível fazer dar certo.

E se eu posso dar um grande conselho é: equilíbrio e perseverança. E seguem algumas dicas:

  • Converse abertamente sobre as mudanças com as pessoas que serão diretamente impactadas
  • Peça ajuda e, se possível, monte uma rede de apoio
  • Organize seu tempo e siga seu planejamento; disciplina é fundamental
  • Coloque limites para você, para seus filhos e quem mais dividir a casa com você; é importante que cada um saiba que existe a hora do trabalho, do lazer, dos cuidados…
  • Converse com muitas pessoas que já passaram por esse processo; não tenha vergonha de perguntar e entender as dificuldades pelas quais você provavelmente irá passar

E se você chegou até aqui ainda com aquela vontade de tirar seu sonho do papel, saiba que empreender tem também muitas vantagens. Talvez a maior delas seja a autonomia e a liberdade de fazer seus horários. E essa flexibilidade ajuda a escolher estar com os filhos na apresentação da escola, no primeiro dia de aula ou levá-los ao cinema no meio da tarde de uma quarta-feira. Parece jargão, mas é verdade: não é a quantidade de tempo livre, mas o que você faz com ele.

Empreender é, sim, delicioso, mas requer muito estudo, planejamento, perseverança, abdicação, dedicação e força para fazer acontecer. Vai faltar tempo, mas sobrar realização. E você consegue!!

LEIA TAMBÉM

Fotos colunistas erika klann
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x