fbpx

Psicologia das cores

Fotos colunistas marcia janz 1

Por Márcia Janz

 

Psicologia das coresOlá Pessoal!

Que o nosso verão 2021 vai ser colorido, vocês já sabem, mas e que cada cor tem um significado e transmite uma mensagem, vocês sabiam?

Esse é o nosso bate-papo dessa semana, vem comigo!

Vamos falar de PSICOLOGIA DAS CORES.

Nosso assunto por aqui, pra quem ainda não leu as colunas anteriores, vai além da moda, mas de nossa imagem e do que estamos transmitindo através dela.

Em uma das matérias, falei sobre os elementos de imagem e citei a COR como um dos principais elementos percebidos por nós. Seja quando chegamos a um ambiente, ou quando nos encontramos com alguém, nosso cérebro percebe e registra as cores.

Essa percepção gera imediatamente, mesmo que inconscientemente, uma sensação, que por sua vez gera um sentimento. Por isso reforço a importância do conhecimento e consciência de propósito da nossa imagem, do que ela reflete e de como é percebida pelo outro. Também se está coerente com nossos propósitos, seja no âmbito profissional ou de estilo de vida.

Cores podem impactar diretamente no nosso humor, energia e comportamento, transmitindo sensações que tanto podem relaxar como estimular, alegrar ou entristecer as pessoas.

Vamos conhecer e usar a nosso favor essa ferramenta de marketing e branding tão importante?

No livro Psicologia das Cores, a autora Eva Heller descreve como as cores afetam emoções. Heller fala detalhadamente de cada cor, significado e impacto nas nossas vidas. Aqui, vou citar as mais usadas, mas indico a leitura do livro.

CORES E SEUS SIGNIFICADOS:

Psicologia das coresVERMELHO:

Símbolo da paixão e sensualidade. Comunica força, fama, fogo e vitalidade. Também pode ser associado ao perigo (sinal vermelho). É a cor mais quente que existe. Acelera a frequência cardíaca, aumentando até a respiração, gerando muita emoção, por isso, frequentemente usada no marketing de vendas em geral. O alerta para ela é que pode gerar agressividade.

LARANJA:

Verão, calor, alegria e juventude, produtividade são as palavras que melhor definem essa cor. No geral, pode aumentar a confiança e traduzir muito otimismo e até mesmo estimular o sistema respiratório devido ao brilho. 

 

Psicologia das coresAMARELO:

Cor quente e vibrante, o amarelo é símbolo da divindade em várias culturas, por ser a cor do sol e do ouro. É capaz de motivar, alegrar e despertar a criatividade. Age também como alívio do cansaço, podendo acalmar a excitação nervosa do vermelho.

VERDE:

Símbolo da esperança, fertilidade, equilíbrio e da natureza. O verde age como um hipnótico e até sedativo, pois ajuda na insônia, reduzindo também a fadiga e pressão diária. Muito usada na área da saúde.

 

 

AZUL:Psicologia das cores

Acalma, transmitindo serenidade, paz, honestidade, bondade e paciência, ajudando até na depressão. Tida como a cor que afasta as energias negativas, por ser a cor do céu.

VIOLETA:

Cor da realeza, do misticismo, da intuição, despertando também o poder da criatividade. Essa tonalidade de roxo ou púrpura é a cor do segredo e o símbolo da alquimia. Reduz a ansiedade e o medo, mas pode gerar melancolia. Não é considerada uma cor que aproxima as pessoas.

 

 

ROSA:

Em seus variados tons, o rosa transmite afeto e pode ajudar a relaxar. Tem um efeito positivo e de motivação sobre pessoas. Cor do romantismo e da feminilidade, carregando a magia dos contos infantis de princesas.

BRANCO:

É uma cor positiva e que aproxima. Pureza, calma, paz e fé são as melhores palavras para traduzir a cor branca, e é por isso que as noivas casam de branco e o ano novo tem essa tradição.

Psicologia das coresPRETO:

Cor usada para o luto, por isso, muitas vezes associada a dor, tristeza e melancolia, mas tem a força do mistério, trazendo estilo, sofisticação, autoridade e poder.  Também considerada uma cor que não aproxima.

CINZA:

Uma cor de alerta, pois é possível transmitir tédio, tristeza e até refletir ao velho. Mas em contra proposta e usado de forma estratégica, passa refinamento e elegância. Ligada à intelectualidade e espiritualidade.

 

Agora, vamos exercitar o que aprendemos?

Se você fosse convidado para ministrar um workshop motivacional em uma empresa do segmento de alimentos, quais as cores que usaria?

E se sua palestra fosse para uma empresa do segmento de saúde e bem-estar, quais as cores ideais?

Você quer transmitir acessibilidade, criatividade e uma comunicação ativa e descontraída. Que cores apostaria?

Você quer passar seriedade, autoridade, credibilidade com elegância, em que cor investiria?

Só de tirar esse tempinho para pensar e voltar lá nas cores para refletir, já valeu o exercício!

Lembram  da consciência e do propósito daquilo que queremos comunicar com a nossa imagem? É só colocar em prática e usar o conhecimento a seu favor.

Abraços e até a próxima!

LEIA TAMBÉM

Marcia Janz
Últimos posts por Marcia Janz (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x