Seis sinais de que já é hora de mudar os rumos seja profissional ou pessoal

Segundo tempo com Selma Cabral

Por Selma Cabral

profissional


Como saber a hora certa de mudar os rumos da nossa trajetória seja pessoal ou profissional?

Quem nunca se questionou sobre isso?

Um dia conversando com uma amiga, ela me fez essa pergunta e foi explicando todos os seus motivos e sentimentos em relação a sua vida naquele momento:

  • Não sentia mais prazer em realizar suas tarefas;
  • Ao acordar e lembrar de todas as coisas que teria que resolver durante o dia se sentia angustiada, com desanimo até de levantar-se da cama;
  • Fazia todas as tarefas no automático;
  • Estava sem criatividade nenhuma;
  • Vivia cansada e com a sensação de carregar o mundo nas costas;
  • Não tinha paciência para lidar com seu dia a dia em casa, com marido, filhos e até amigos

Enumerando assim parece pouca coisa né, mas ao contrário, é muito para processar. É difícil aceitar quando não estamos mais felizes com o trabalho que até então era nosso sonho, e de repente não faz mais sentido e acaba nos afetando que levamos tudo para o nosso lado pessoal e prejudica as relações familiares.

Mas o importante é percebemos que algo não está bom, que precisamos de um tempo para analisar e decidir o que queremos ou até mesmo se é a hora certa de mudarmos. E acreditem sempre tem a hora certa e é preciso ter muita coragem para aceitar que não estamos mais felizes e se não estamos mais felizes é preciso mudar para voltarmos ao mesmo entusiasmo de antes. Porque não importa o que vamos fazer, temos que ter vontade de fazer. Sentir aquele frio na barriga tão conhecido e tão prazeroso sempre que vamos iniciar um projeto novo.

Voltando a minha amiga, ela tirou umas férias e foi para um lugar bem calmo e tranquilo e começou a fazer coisas que ela nem lembrava mais que sabia, pintura em cerâmica, e a cada dia gostava mais de produzir e pintar as peças, e voltou a sentir aquele frio na barriga gostoso de que ela lembrava quando iniciou sua carreira em grandes empresas.

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

E com muita calma e serenidade foi se organizando e fazendo uma reserva financeira até ter condições de abrir seu ateliê de pintura. E isso já faz uns bons anos e atualmente ela está muito feliz com sua decisão.

E quantas pessoas conhecemos que vivem frustradas, e não tem coragem de mudar? Eu conheço várias, e acreditem é difícil conviver com pessoas assim, que não tem coragem de arriscar, de mudar totalmente o rumo de sua vida para melhor, ou até que aceite ter uma vida mais simples, mas fazer o que gosta e ser mais feliz.

Eu acredito (e já fiz isso algumas vezes), que para fazer tudo bem-feito, é preciso gostar do que se faz, ser feliz, fazer com vontade, sempre me pautei por essa premissa: Faça, mas faça com vontade. Normalmente não faço nada que não tenho com vontade, prefiro não fazer do que fazer de qualquer jeito. Não gosto e não vou ficar bem comigo mesma. Mas chegar a esse consenso e essas decisões levaram muito tempo, amadurecimento e aprendizado.

E isso é muito importante, amadurecer as ideias, planejar, saber exatamente o que queremos agora e daqui a cinco, dez ou vinte anos, e cada passo dado para alcançar nossos objetivos é que vai nos mover para chegar lá.

É necessário perceber o momento de mudar os planos, rever os sonhos e seguir novos caminhos!

Ótima semana 😊

Selma Cabral

LEIA TAMBÉM
Selma Cabral
Últimos posts por Selma Cabral (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x