Será que é saudável para os pais satisfazerem todos os desejos dos filhos?

pais


No texto Será que é saudável para os filhos satisfazerem todos os desejos dos pais?, escrevi sobre a importância dos filhos ajudarem os pais, desde que seja por gratidão e não por obrigação.

Segundo a Lei Sistêmica do Equilíbrio de Troca entre Dar e Tomar (receber) de Bert Hellinger, com relação aos pais, estes dão e os filhos tomam (recebem de maneira ativa) não havendo necessidade que os filhos devolvam aos pais, de alguma maneira, os cuidados e o amor que receberam deles.  De acordo com essa lei, os filhos não devem exigir dos pais o que não receberam, pois a vida foi suficiente. O que um filho não recebeu dos pais, segundo esta Lei Sistêmica ou Ordem do Amor, deve ser buscado através da sua própria capacidade e atitudes perante a vida. Para equilibrar esta relação, os filhos devem passar adiante o amor que receberam tendo filhos ou transmitindo para pessoas através do ensino, exemplo: sendo voluntário, professor ou tendo uma profissão em que compartilhe conhecimento e ajude pessoas por meio de um propósito de vida. 

Neste texto escrevo sobre a relação entre pais e filhos pensando no contexto dos pais em satisfazerem ou não todos os desejos dos filhos.

Quando os pais dão muito para os filhos, têm uma intenção positiva em demonstrar amor e facilitar a vida deles, mas, por outro lado, podem dizer a eles, de maneira inconsciente, que eles não são capazes de realizar seus objetivos a partir do próprio esforço. Muitas vezes esses pais fazem isso para fazer diferente dos seus pais e antepassados. Por exemplo: Pais que tiveram dificuldades financeiras e não puderam proporcionar uma vida tranquila e confortável para seus filhos. Esses filhos, quando se tornam pais, querem dar aos seus filhos tudo que eles não tiveram. Assim, esses filhos não tem a oportunidade de evoluir e se desenvolver emocionalmente para vivenciar os desafios da vida para realizar seus objetivos.

Pensando assim, é saudável para os pais darem amor e carinho e o suficiente para que seus filhos tenham condições de criar e realizar seus objetivos e sonhos. Desta maneira, estes pais possibilitam que seus filhos cresçam e busquem com determinação realizar esses objetivos trabalhando, estudando e se dedicando de acordo com suas próprias escolhas.

Para saber mais sobre a visão sistêmica e sobre meu trabalho como autora,  Terapeuta Sistêmica, Consteladora Familiar, Praticante da PNL e Coach, acesse o site:  https://www.elisborsoi.com

LEIA TAMBÉM
Elis Borsoi
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x