Cheguei aos 40. E agora?

40


Pessoas com mais de 40 anos que precisam se reinventar: pode parecer algo banal, mas não é e acreditem abala as estruturas de muita gente, homens ou mulheres.

Parece que é como um relojinho e aí quando deu o tempo acabou……

Nada disso……

Conheço muitas pessoas que entram em desespero quando vão fazer 40 anos ou mais, não se sentem realizadas como imaginavam que estariam e aí começam a pensar no que fazer, de que maneira fazer, como dar a tão sonhada guinada para realizar seus sonhos.

Muita calma nessa hora minha gente: primeiro que não tem uma idade certa para isso ou aquilo, segundo que seja por qual motivo for, com um pouco de planejamento e organização dá para partir em busca dos seus sonhos ou do tempo perdido como preferirem.

Existem várias questões aí: por diversas razões tem pessoas que tiveram filhos cedo e priorizaram o casamento e a criação dos filhos- no caso das mulheres, ou não tiveram oportunidade de estudar, talvez por não sentirem a necessidade na época, e foram deixando o tempo passar, não dá para apontar uma razão, mas tenho certeza que em algum momento vai cair a ficha de que perdeu um tempo enorme que poderia ter feito algo, se preparado melhor para o futuro ou apenas ter um plano B de opção de vida.

Quem trabalha com Organização de Eventos entende bem o que significa plano B, plano C….e as vezes chega até o F porque tudo pode acontecer e sempre acontece algo que inesperado e temos que ter a solução na hora, e na vida também é mais ou menos assim: exige correção de rota de tempos em tempos.

As vezes atendo pessoas na Mentoria com muitos questionamentos se erraram em não se priorizar ou priorizar filhos e tal, muitas se arrependem de não ter estudado ou se atualizado, outras não tinham condições mesmo e foram levando da maneira que deu, e tem também aquelas que conseguiram fazer tudo ao mesmo tempo: estudaram, criaram os filhos, se dedicaram a família mas não se deixaram de lado sabe, de algum modo investiram nos estudos, se mantiveram atualizadas e aí não encontram muita dificuldade para realizar a segunda etapa dos seus planos.

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

Mas é claro que não é a realidade da maioria, isso com toda a certeza, mas o que importa na verdade é ter a consciência de que precisa mudar, fazer algo para si, ser a sua prioridade, e buscar ajuda se necessário, tem muitas redes de apoio, não é preciso ter vergonha é ter a certeza de que agora é a sua vez e ir à luta.

E como sempre, já disse que adoro compartilhar o que deu e dá certo para mim, e aqui tem mais algumas:

  • O primeiro passo é saber exatamente onde é esse lugar que você queria estar;
  • Depois fazer uma lista bem honesta do que você fez, do que sabe fazer e do que precisa para chegar lá;
  • Enumere pelo mais simples e rápido ao mais difícil e que demanda mais tempo;
  • Caso o problema seja falta de capacitação ou de um curso específico comece por aí, se o problema é dinheiro para começar, pesquise em sua cidade que com certeza tem muita coisa gratuita e com rápida empregabilidade ou fácil para iniciar um pequeno negócio;
  • Não esqueça de priorizar os seus dons nessa virada, se cozinha bem, que tal investir em cursos de culinária para melhorar o que já sabe? Ou se gosta da área de estética também é possível cursos rápidos de atualização, como é uma área enorme dá para escolher a que melhor se identifica. Artesanato, costura, também são áreas ótimas para começar e com o tempo você vai investindo em cursos de maior duração;
  • Ter uma boa rede de contatos também é muito importante, pois quanto mais pessoas você conhecer maiores as suas chances de fazer negócio, então uma boa dica que dou para quem ficou muito tempo em casa é aproveitar as turmas de cursos que for fazer e sempre fazer amigos, se não puder ainda fazer cursos, mas tiver filhos e levá-los a escola, ao médico, ao parquinho, sempre faça contato com outras mães, outras pessoas;
  • Essa atitude vai te ajudar muito no futuro quando precisar de apoio.
  • Espalhe para o maior número de pessoas o seu trabalho, não fique com vergonha, é uma maneira simples de começar e o famoso boca a boca, funciona muito.
  • Por último e não menos importante: acredite em você sempre!!!

Como podemos perceber não é nem um bicho de sete cabeças mudar nossos planos, fazer outros, nos reinventarmos seja por qual motivo for, basta vontade,  um pouco de planejamento, uma dose de paciência e correr atrás do tempo perdido.

Atualmente temos muitas ferramentas para nos ajudar, então é escolher a melhor para cada ocasião e necessidade e ir em frente.

O mais importante é não desistir e procurar ajuda quando precisar. Sempre vamos encontrar pessoas dispostas a estender a mão.

E se precisarem de algo, estou à disposição!

Ótima semana a todos!!!

Grande abraço 😊

Selma Cabral

LEIA TAMBÉM
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x