fbpx

Tem que conhecer – Vale do Ribeira

Selma Cabral

Por Selma Cabral

vale do ribeira

Hoje vamos falar de um lugar perfeito para quem gosta de natureza, lazer, ecoturismo com muitas belezas naturais e o melhor é pertinho, dá pra ir de carro.  A maioria das pessoas só conhecem esses nomes quando acompanham a previsão do tempo no na Baixada Santista. A região do Vale do Ribeira! Uma região tão rica de atrativos que vamos dividir em duas partes:

Parte I-

E o que vamos encontrar por lá? Muitas belezas, ar puro, clima de montanha, rios, vamos conhecer melhor:

Começamos essa viagem na pequena TAPIRAÍ – Encravada na serra, essa estância climática serve aos turistas um clima de montanha, onde correm águas puras e límpidas em quedas d’água e corredeiras que revitalizam as forças. O poder terapêutico de suas águas e do clima, esta atraindo diversos públicos, que buscam paz e dias tranqüilos nos charmosos hotéis-fazenda que reservam passeios de barco, cavalos, trilhas e atrativos em meio a Mata Atlântica. O ar é 100% puro, revitalizante para o corpo, e os ambientes convidam a meditação. Aqui encontramos uma colônia japonesa, que miscigenou a cultura local, e inseriu nas comunidades hábitos de uma alimentação saudável. O meio rural tem uma grande oferta de produtos naturais e orgânicos. A estradinha da serra é inexplicavelmente linda, suas beiras estão cheias de marias-sem-vergonha. Muita calma , eu explico, trata-se de uma flor do campo, que cresce em buquês pequenos e de variadas cores, tornando a viagem em mais um passeio, porém é preciso atenção, por ser um trecho de serra, e muito sinuosa por sinal.

 

Para quem busca conhecer lugares inóspitos e de total harmonia com o meio rural, encontrará cidades como ITAÓCA, que possui um belo conjunto de sítios arqueológicos, e artesanatos ímpares, pela beleza rústica que apresenta.

 

BARRA DO CHAPÉU, com seus rios e corredeiras, onde se pode praticar raffiting, e um circuito de arvorismo que leva o visitante por um maravilhoso passeio em meio à copa das arvores, proporcionando uma visão única das paisagens.

 

Apiaí e Iporanga, duas pequenas cidades no alto da serra, que são ligadas por uma estrada-parque, abrigam cavernas e grutas que por sua vez formam o maior conjunto espeleológico do país. São galerias com formações raras, e algumas delas só podem ser visitadas em grupos pequenos, num período de quatro em quatro anos e pré-inscritos na Sociedade Brasileira de Espeleologia, que já conta listas de espera até 2015. Todo esse tesouro esta protegido no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira – PETAR, uma das muitas Unidades de Conservação do Vale, criadas para, guardar e proteger sob legislação especifica o patrimônio natural da região.

O parque tem três núcleos de visitação, sendo um em APIAÍ – o núcleo Caboclos, que é formado por grutas e lugares, místicos de formações exóticas. Esse município, assim como outros do Vale, foi sendo colonizado a partir da busca pelo ouro e pedras.

 

Outros dois ficam em Iporanga morada da Casa de Pedra caverna com o maior portal de pedra do mundo, registrado no Guines book. O núcleo Ouro Grosso, com cavernas que chegam a ter até três quedas da água em seu percurso, e o núcleo Santana, que é o mais visitado e possui a melhor infra estrutura do parque, além das centenas de outras que são visitadas apenas por pesquisadores e funcionários, e que estão sendo estruturadas para futuramente abrir a visitação publica. Essas cidades recebem turistas e visitantes de todo Brasil e também de países do MERCOSUL, que se hospedam nas diversas pousadas e hotéis disponíveis na cidade.

 

Nesse inicio de viagem encontra-se passeios para todos os públicos e idades. Há trilhas recheadas de adrenalina e esportes na natureza, como rapel, cascading, caminhadas com interpretação ambiental e até o bóia cross, uma modalidade muito original onde o visitante desce corredeiras de águas vindas direto da serra, por um determinado percurso, variando o grau de dificuldade, muito divertido e curioso. Todos os passeios são acompanhados por monitores ambientais, capacitados para atuar nos roteiros disponíveis. Em 2 horas, de viagem, chegaremos a Eldorado, uma cidade formada a partir da busca pelo ouro. Aqui, fica a famosa Caverna do Diabo, ou gruta da Tapagem para os mais ortodoxos. O núcleo faz parte do Parque Estadual de Jacupiranga- PEJ, e possui um centro de visitantes com diversas informações da área, amplo estacionamento, restaurante, chalés e camping, que hospedamos visitantes. A caverna é linda e tem acesso, todo calçado, o que torna o passeio fácil e contemplativo, para todas as idades. Ainda há trilhas ecológicas, cachoeiras e grutas que levam o turista a compreender melhor porque este é um dos núcleos mais visitados do parque. Com um pouco mais de disposição pode-se chegar a uma seqüência de cachoeiras belas que termina na Queda do meu Deus, onde um véu de água que despenca de 90 metros de queda livre, formando um grande poço de águas puras e transparentes, que nos deixa molhados sem entrar na água, isso mesmo! Só a nuvem formada peça força da queda no poço, já é o suficiente para tomar um banho refrescante. Na chegada monitores ambientais fazem a recepção e orientam sobre os melhores passeios.

 

O médio Vale é composto por cidades que formam o eixo BR 116, rodovia federal que corta a região e liga as capitais de São Paulo e Curitiba.

 

Algumas contam com uma melhor infra-estrutura, em questões de comércio e serviços, mas também possuem atrativos que merecem ser visitados, principalmente por sua localização, sendo “passagem” para outras cidades como; Juquitiba, São Lourenço da Serra, Miracatu, Pedro de Toledo, Juquiá, Registro, Jacupiranga, Cajati, Barra do Turvo. Todos esses lugares possuem belas cachoeiras e rios, para pesca esportiva e prática de esportes aquáticos. Também encontramos trilhas ecológicas e lugares próprios para vôos de asa delta e paraglider, além de festas populares que ocorrem durante o ano, com comidas típicas e clima serrano.

 

Viajar pelo Vale do Ribeira é mergulhar em ambientes naturais, é conhecer a rica cultura local, e desvendar histórias da própria história do Brasil, desbravando-se em roteiros, cheios de aventura e emoção, levando na bagagem imagens e sensações inesquecíveis

 

 

Fonte: http://www.omelhordoribeira.com.br/turismo/vale-do-ribeira

LEIA TAMBÉM

Selma Cabral
Últimos posts por Selma Cabral (exibir todos)
0 0 vote
Classifique este artigo
Assine
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x