Como tirar o seu negócio do papel

negócio do papel


Eu diria que a parte mais importante para tirar um negócio do papel é começar justamente com o papel: anote tudo, desde o que você gosta de fazer, que tipo de negócio pretende, qual o tempo que precisa para começar, qual o investimento necessário para começar. Parece complicado, mas não é…

É na necessidade que surgem as melhores ideias de negócios. Muitas pessoas ainda veem o Boom do empreendedorismo, principalmente na pandemia, como algo pejorativo, algo ruim para o mundo corporativo, anda tem aquela coisa de achar pobre quem faz produto para vender em casa e muitos ainda acreditam que a palavra EMPREENDEDOR ou MEI significa algo menor, inferior, mas muito além isso, é o ato de tomar uma DECISÃO sobre fazer algo que vai suprir a necessidade do MOMENTO e que tem ou pode ter potencial para se transformar no futuro e com certeza ajudou tanto quem produziu como quem precisou do produto ou serviço e claro dada as devidas proporções, nasceu dessa necessidade uma ideia de negócio que pode vir a ser o principal sustento de uma família e claro com os ajustes necessários, mudanças, uso de mais tecnologia e planejamento se transformar em um grande negócio com um futuro promissor, se assim for o desejo de quem começou lá no início apenas com a única intenção de sobreviver numa crise.

E quantos negócios não surgiram assim?

Quantos buffets renomados não começaram com a ideia da TIA do salgadinho? Restaurantes incríveis que também começaram com uma ideia de fornecer refeições.

E quantas lojas de roupas super famosas e conhecidas não começaram lá atrás com as sacoleiras como eram chamadas as pessoas que vendiam roupas em casa?

PRODUTOS 40EMAIS

Logo redondo WORKSHOPS

O 40EMAIS traz para você os melhores cursos, para você dar aquela guinada de 360º na sua vida. Não Perca!

A cada história de sucesso de uma grande empresa, existe uma história de alguém pioneiro que começou pequeno e foi crescendo ao longo dos anos e décadas depois se tornou uma potência.

Tudo só depende de nós, uma ideia e a vontade de crescer, assim nasce um empreendedor.

E claro que nem todos sabem exatamente o que fazer, ou em que apostar e para isso temos as pesquisas (sérias) que apontam as tendências e nos dão um norte sobre quais setores entre os que gostamos e temos afinidades – porque não adianta pensar em que você não goste, não entende nada e não tem nenhuma habilidade ou interesse né?

É preciso saber interpretar o mercado e trazer as sugestões para a sua realidade, o seu mundo e fazer algumas perguntinhas básicas para você mesmo:

  • Eu gosto de lidar com isso?
  • Tenho facilidade em aprender novas tecnologias?
  • Vou ficar feliz fazendo?
  • Vai me deixar com sorriso no rosto e olhos brilhando cada vez que falar sobre?

Se a sua resposta for NÃO a algumas das perguntas, melhor procurar outra coisa que faça você se sentir assim em ao menos três das perguntas.

E não tem problema nenhum em demorar mais tempo pesquisando, se descobrindo, porque o mais importante é unir prazer, paixão ao seu negócio, isso para mim é a maravilha de empreender: a liberdade que se tem para imprimir a sua marca, a sua personalidade no negócio que claro tem que ter o seu DNA nele.

Tudo isso vai se refletir no sucesso que você vai alcançar:

  • O seu brilho no olhar cada vez que falar sobre o que faz para alguém;
  • A forma como se levanta da cama todos os dias para trabalhar;
  • O jeito que recebe os seus clientes, a atenção e gentileza que os atende.

Parece simples, mas são pequenos detalhes que vão fazer a diferença lá na frente tanto no sucesso do negócio, como na sua satisfação pessoal.

E se você precisar de ajuda para obter todas as informações necessárias, não hesite em buscar fontes confiáveis para ter as repostas que precisa.

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

Você costuma (ou tem o hábito) de procurar informações sobre economia e pesquisar os setores que estão em alta e tem possibilidade maior de investimentos, criação de negócios? Inovação?

Mesmo que não saia nenhuma ideia, garanto que é um hábito excelente para nos mantermos informados e ficar por dentro das tendências de mercado.

A ato de empreender não é apenas abrir uma empresa, vai além disso: é inovar no que se faz ou quer fazer, seja criando um produto ou serviço, melhorando um processo já existente, uma forma melhor ou mais barata de fazer.

O importante é ter a certeza do que quer fazer e as ferramentas necessárias para realizar.

Ao longo do texto fui propositalmente deixando algumas palavras em letras maiúsculas, elas são a base das ações que você precisa tomar para tirar de fato ou seu negócio do papel e da cabeça. Que tal começar agora?

Na próxima semana vamos falar sobre tendências de negócios, assim, fica mais uma ferramenta para pôr o seu sonho em prática.

E claro que se você já sabe exatamente o que quer fazer, está na hora de começar certo?

E se precisar de ajuda pode contar comigo.

Uma ótima semana a todos e até a próxima 😊

Selma Cabral

LEIA TAMBÉM
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x