Ela venceu!

Inês Bari

Por Inês Bari

venceu venceu


Tem um bonde que passa no Centro turístico da cidade. No último passeio pude ver, com tempo e detalhes, as velhas casas e armazéns do século passado. Paredes fortes e espessas. Algumas frontarias azulejadas. A maior parte desses imóveis, abandonada. Só vestígios do que já foram. Pedaços de antigas paredes e partes de telhados desabando. 

No meio do desalento, mudas de plantas saltavam das paredes de concreto. Com seus caules verdes eretos. E no chão, uma flor amarela me olhava com alegria e espanto!

A vida surgia das entranhas da rua. De cor viva e pura. Delicadeza que fura. Raízes fortes que romperam  estruturas e pelas frestas, espertas, chegaram à luz. Até nas ruas de trilhos, no vão dos velhos paralelepípedos, as flores heroicas saltavam do chão, feito primavera em explosão. 

Lembrei da minha lágrima de cristo… Tentei por diversas vezes plantar trepadeiras no canteiro da casa onde morava. Nenhuma delas vingava. A tumbérgia não resistiu. Tão pouco, o sapatinho de judia. Até o maracujá foi se agarrando e cresceu, deu dois frutos e feito a camélia caída do vaso, morreu.

Num dia inesperado, num pequeno buraquinho entre o cimento e a madeira da pilastra ela surgiu… Primeiro, um broto pontudo despontou. Depois uma folhinha. Mais outra. E outra mais vingou. Em poucos dias, alegres florinhas brancas de pistilo vermelho já se enroscavam no telhado cinzento e descorado. 

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

De onde veio a lágrima, silenciosa e persistente?  As plantas são mais fortes que a gente. Suas raízes rasteiam. Volteiam. Não desistem. E se embrenham furando o concreto. Rompendo o asfalto e o vazio do centro em seu quase mortal esquecimento. 

Foi naquele buraquinho do meu canteiro, estreito e pequeno, que surgiu e cresceu exuberante a minha lágrima de Cristo. Bela. Singela! Regada e nutrida com tudo que precisa.

Água. Luz. E o sal… da terra!

LEIA TAMBÉM
Inês Bari
Últimos posts por Inês Bari (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais novos Mais votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Selma
2 meses atrás

Lindo texto como sempre. Sensível e inteligente, mas de uma escrita simples e fácil de ir longe na imaginação e lembrar de algum fato parecido que já vivenciamos.
Parabéns 🙂

Scroll to top
1
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x