Videoclipe

videoclipe


Buenossss.

Segunda passada começamos a gravar meu primeiro videoclipe da carreira. A canção é esta:

‘Eu tenho uma canção Que explode no meu peito

E que não sei direito Qual é a direção:

Se arrasa quarteirão Ou guarda-se no leito

E fica ali, sujeita À próxima explosão.

E se ela então não sai, Destroça-me as entranhas

E vem a dor tamanha, A minha alma esvai.

Ah, canção má que mata, Ai, canção boa que voa,

Ah, canção má que maltrata, Ai, canção boa, rio à toa.

Eu tenho uma canção Que ronca no meu peito

E que não sei direito Qual é a intenção:

Se agarra a minha mão Ou larga-se de um jeito

Em pleno desrespeito À sinalização.

Se finalmente sai E vai pela garganta

E a melodia canta, A dor já não é tanta,

A alma agiganta E eu canto muito mais:

Ah, canção má que mata, Ai, canção boa que voa,

Ah, canção má que maltrata, Ai, canção boa, rio à toa’.

Escrevi essa canção em 2008 sentado de frente pro cais do armazém 25 deste porto de Santos, ela saiu quase que inteira na hora e nela conto, de modo figurado, como se dá o processo de criação.

videoclipe

Interessante fazer um videoclipe em cima de um tema tão abstrato, mas rabisquei – literalmente – o roteiro numa folha de papel e convoquei o(a)s amigo(a)s para a empreitada, a produtora ‘Flor de Sal’ dos queridos Vinicius Salgado e Catarina Bertholini, os incríveis músicos que gravaram a canção comigo, Theo Cancello, Mano Jotta e Delcinho Mendes. Os amados Paulo Luz e Juliana Ribeiro, com suas boas vontades. O graaaande Sandy Cláudio, arquiteto, carioca da Tijuca, vascaíno, que fez a ‘ponte’ com o Ricardo, proprietário do bar ‘Avenida’, ali na Pedro Lessa, onde fizemos a locação. E jamais poderia deixar de ressaltar a Júlia Araujo, bailarina (sim, teve bailarina), bela menina com seus dezenove anos (indicada pela minha sobrinha Letícia), miúda, de óculos, quietinha no seu canto, mas que quando acenderam-se as luzes e ligaram-se as câmeras, me deixou deveras impressionado com a sua expressão e a sua dança, que arrancaram aplausos ao final da cena. Olha, acho que vai ficar lindo. 

PUBLICIDADE | ANUNCIE

PUBLICIDADE | ANUNCIE

Interessante também perceber como uma canção de cinco minutos demanda tantas e tantas horas de trabalho e movimenta tantas e tantas pessoas, desde a sua gravação no estúdio até a preparação do vídeo. Mas estou muito feliz, semana que vem faremos a locação final e o resto será edição.

Misto de ansiedade, preocupação, receios, etc. e tal, para que tudo corresse bem e correu, grazie a Dío.

Quando o ‘bicho’ estiver pronto, faremos um grande evento pra comemorar e mostrar para toda gente. 

Porque essa é a nossa missão. 

‘Cantar e tocar

Pra todo mundo

Pra toda vida’.

Besos a todo(a)s.

Inté.

LEIA TAMBÉM
Luiz Cláudio de Santos
Últimos posts por Luiz Cláudio de Santos (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
1 Comentário
Mais antigos
Mais novos Mais votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Barbara
Barbara
1 mês atrás

mega Ansiosa pra ver o resultado! Infinitos parabéns!! Vc merece 🙂 sucesso

Scroll to top
1
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x