Virei empreendedor, e agora?

Carmen Mosteiro

Por Carmen Mosteiro

empreendedor empreendedor


Sempre que vou escrever, penso o que será útil para quem está me prestigiando e o que posso acrescentar para essa pessoa. Ultimamente, tenho focado muito em um público que cada vez cresce mais e tem um potencial exponencial. São nossos queridos empreendedores. 

Tenho atendido muito empreendedores e vejo que cada vez mais se estruturam e se preparam, se preocupam em entender como começar de forma adequada, visando estar “antenados” ao que pode ajudá-los  a crescer.

Tenho por formação, antes de ser advogada, a área de administração de empresas, onde me formei e me especializei com duas pós-graduações em Gestão empresarial, Gestão de pessoas e MBA em controladoria e finanças. Sempre busco orientar o empreendedor a começar, independentemente de seu tamanho, de forma estruturada, organizada, planejada, pois isso independe do tamanho, organização não é derivada de tamanho, e sim começa do zero.

Faço consultoria em empresas que muitas vezes são enormes, que olhamos por fora e queremos ser iguais, mas quando entramos em seu processo, como começam sem estruturação e simplesmente cresceram, têm inúmeros problemas, que quanto mais crescem mais arraigados ficam e pior fica a sua solução. Mesmo lucrando, com certeza estão perdendo, pois poderiam lucrar muito mais.

Você que vai empreender busque orientação em vários locais que ajudam o empreendedor, seja a casa do empreendedor na cidade que te ajuda a abrir legalmente sua empresa, em se capacitar para vender na forma correta e atender as exigências legais, procure setores como SEBRAE, que tem orientação de todos os níveis e pode te dar uma “luz” de como começar e o que é vital para iniciar focado no sucesso e não começar no “achismo”.

Você gostar de cães e gatos não te capacita a abrir um pet shop, mercado cada vez mais significativo, porém de acirrada concorrência e cada vez mais se especializando e profissionalizando. Busque algo que seja bom, que goste, mas que tenha expertise, que saiba fazer, que tenha autoridade, que faça de forma que o cliente confie e se fidelize a você.

Dicas:

– Faça seu planejamento

– Conheça o mercado que quer entrar, concorrência, diferenciais e o que você pode oferecer que encante seu cliente

– Não seja “mais um”, seja “A” referência, pois mesmo pequenos também podem ser referências.

– Saiba que algumas etapas não podem ser puladas.

– Se informe e mesmo que não faça no primeiro momento, saiba o que precisa, como por exemplo registro de marcas, pois não adianta você consolidar um nome que depois você será impedido de usar porque alguém o registrou antes de você.

Empreendedor é um ser extraordinário!  Ele “se aventura” em um novo mercado, abre sua própria empresa ou muitas vezes não, e faz de um pequeno sonho um feito inigualável.

Não esqueça como começaram as grandes potências como Facebook, Instagram, Apple. O sucesso é de quem faz acontecer!!

LEIA TAMBÉM
Carmem Mosteiro
Últimos posts por Carmem Mosteiro (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x