Trajetória

trajetória


Você chegou até aqui. Aos trancos, barrancos e solavancos, você é a somatória das suas escolhas, dos caminhos que percorreu — dos caminhos tortos, inclusive, e dos fast food que comeu.

Você é um fuzuê de erros, acertos, conquistas, derrotas, beijos na boca e pés na bunda. Você é o passo em falso e o passo de valsa, um turbilhão de emoções e a apatia profunda. Você é o passado obscuro e a noite que passou em claro. Você é, eu sou, a vida é.

O cimento que edifica sua essência é único. E múltiplo. Uma massa disforme, complexa, ora rígida, ora maleável. Mas única. Não fosse o que você viveu, não seria você aí. Fosse você eu, teria outra história aí.

Valorize sua trajetória. O que você viveu até aqui é o alicerce pro que vem adiante. Por isso, não corra, ande. Sinta o vento no rosto, o aperto no peito e o nó na garganta. Sinta. O medo do futuro, o peso nos ombros e o alívio na alma. Grita, chora, canta. Calma.

Cada momento da sua viagem é seu, cada memória nessa bagagem é sua. Você é tudo isso. Respeite a sua história com todos os capítulos. Felizes, tristes, duros e sombrios. Valorize os sorrisos. E também os calafrios. Aprenda, erre novos erros, trace outros planos, abrace outras gentes. Tente.

Valorize sua trajetória. De tudo na vida, você só pode contar com ela, do início até o final. E, que no fim de tudo, ela não seja uma triste quarta de cinzas, mas uma deliciosa terça de carnaval.

LEIA TAMBÉM
Diego Brígido
Últimos posts por Diego Brígido (exibir todos)
0 0 votos
Classifique este artigo
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Scroll to top
0
Eu quero saber a sua opinião. Comenta aqui em baixo e vamos discutir esse assunto!!x
()
x